Geladeira? Biblioteca portátil na Feira do Livro usa eletrodomésticos usados para estimular leitura em comunidades


Geladeira antiga vira instrumento de formação de leitores em comunidades. Item pode ser conferido no estande do TerPaz

No estande do TerPaz na 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, chama a atenção uma geladeira cor de rosa customizada com o rosto de mulheres fortes e emblemáticas como Simone de Beauvoir e Maria da Penha. O eletrodoméstico, na verdade, é uma "geloteca": uma biblioteca portátil que abriga livros em vez de alimentos. Unidades como esta estão espalhadas em algumas comunidades de Belém. 

A ideia de usar geladeiras como centros comunitários de leitura surgiu em 2019 e vem se expandindo desde então. De acordo com Sarah Fenelon, que organiza a geloteca Mandala, no bairro do Icuí, já são 7 na região metropolitana. "O nosso foco é implantar gelotecas que são bibliotecas comunitárias nas áreas periféricas onde há carência de incentivo à leitura. A gente trabalha com formação de leitores, mas também com muitas outras atividades em prol da educação e da cultura. 

Objetivo da iniciativa, que começou em 2019, é democratizar o acesso à cultura

Leila Nunes, da rede de bibliotecas comunitárias Amazônia Literária, acrescenta que esses inusitados instrumentos nascem da ideia de democratizar o contato com bens culturais. 

"A gente trabalha com esse objetivo de inserção sociocultural, incentivando a literatura e o acesso a outros direitos como arte e cultura. Então envolvemos teatro, mediação de leitura e essa aproximação entre obras e leitores. Para além do saber ler, damos atenção à leitura do mundo", argumenta. 

"As gelotecas estão nesse trabalho com a gente, já que demandam menos infraestrutura que uma biblioteca comunitária de fato. Assim, conseguimos acessar outros territórios que antes eram mais difíceis de alcançar", pontua. 

Serviço:

A 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes acontece até domingo (05), de 9h às 21h, na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho.  

Texto: Camila Barbalho (FCP)

04/12/2021 17h37 - Atualizada em 04/12/2021 17h42
Por Comunicação (Feira do Livro)