Secult define últimas ações para a 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes


A 24ª edição da Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes se aproxima, e o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), acelera os preparativos finais para um dos principais eventos cenário cultural paraense. Nesta terça-feira (23), a Secult reuniu, no Teatro Estação Gasômetro, no Parque da Residência, em Belém, representantes de estandes de livrarias, sebos, expositores e de órgãos, como secretarias municipais e estaduais, para fazer o alinhamento final das ações.

Sobre os pilares juventude, tecnologia e inclusão, a Feira do Livro ocorrerá pela primeira vez na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho, de 01 a 05 de dezembro. Entre as principais orientações repassadas, estão os protocolos de segurança e sanitários para esta edição. Um dos destaques foi o fluxo limitado a 1.000 pessoas, por vez, circulando no espaço, para evitar grandes aglomerações. Antes do acesso geral ao espaço da Feira, que será feito por duas grandes entradas, as pessoas passarão por um rigoroso processo de triagem, como checagem de temperatura e conferência das doses de imunização.

Na reunião, todos os participantes puderam fazer perguntas, esclarecendo dúvidas e fazendo considerações sobre o evento. “Mais de 15 entidades e instituições parceiras estiveram reunidas para alinhar os últimos detalhes da realização da 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes. Detalhes referentes aos acessos ao Mangueirinho e Planetário, espaços dos estandes, protocolos de segurança, fluxo de visitantes, comunicação visual e virtual, além da grade de programação foram partilhados com os participantes”, informou a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal.

Preservar a saúde - Daniela Siqueira, assessora da Coordenação Estadual de Políticas para o Autismo, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), ressaltou a importância do encontro. “É muito importante esse alinhamento para conseguirmos entender o fluxo nesse momento ainda pandêmico, porque a gente tem que ter todo o cuidado com essa exigência da apresentação da carteira de vacinação. É uma ação de governo grandiosa, e que a Sespa, mais do que nunca, tem que estar acompanhando. A pandemia ainda não acabou e nós estaremos lá, na programação, para orientar e preservar os participantes e nós mesmos”, reiterou.

Socorro Carvalho, coordenadora do CredLivro, benefício para aquisição de livros e outras publicações concedido a profissionais da educação pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), avaliou o encontro como “importantíssimo, pois tivemos a oportunidade de alinhar nossa parceria, esclarecer questões, resolver pendências e dúvidas que hoje puderam ser sanadas”.

“Acredito que foi uma reunião muito produtiva para ficarmos por dentro de tudo o que vai acontecer, procedimentos, realização e normas. Esperamos que seja uma Feira boa, que seja um momento prazeroso de poder contar com nosso público”, destacou Margarida Hoffman, da Editora Paulinas.

Texto de Josie Soeiro (Secult)

24/11/2021 14h14 - Atualizada em 24/11/2021 14h20
Por Comunicação (Feira do Livro)