Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes registra movimentação intensa no início deste domingo (17)


“A leitura representa a descoberta de mundos. Com um livro você consegue entrar em contato com vivências que você talvez nunca imaginou existir. Bater recordes de público em uma Feira do Livro, em pleno século XXI, é algo fantástico de se ver. Vir aqui é uma experiência sempre muito interessante, cada programação cultural é única”, celebra Antônio Paraense, professor de filosofia da Universidade do Estado do Pará (UEPA).

O último dia da 26ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes começou com movimentação intensa. A expectativa é de superar o recorde de público deste sábado (16), com mais de 90 mil visitantes em um único dia. O evento, que exalta neste domingo (17) as ‘Vozes da Cultura de Paz’, seguirá com programações até as 21h. 

Apaixonada por livros, a estudante Daynara Lima aproveitou o último dia da Feira para levar toda a família para conhecer o evento, que ocorre no Hangar Centro de Convenções. “É muito incrível ter contato com os livros, os estandes estão com uma variedade muito grande de títulos. A leitura representa o melhor momento do meu dia e hoje aproveitei para renovar meu estoque, comprar livros de autores paraenses, valorizar leituras locais”, conta.  

Expositora há 16 anos no mercado literário, Ana Maria Laurindo, que atua nesta edição no estande Paulinas, afirma que o evento sempre supera as expectativas dos vendedores. “O último sábado foi um dia muito especial, com um movimento bem maior se comparado ao decorrer da semana, o que é muito bom para todos os expositores. O incentivo da cultura é importante na vida de todo cidadão, é uma oportunidade única viver isso e ainda tem tempo, até às 21h estaremos por aqui “, destaca.  

A pedagoga Simone Reis ressalta que a presença dos jovens na Feira foi o maior ganho. “Ver crianças e adolescentes andando pelos corredores, interessados em adquirir mais conhecimento, conhecer a nossa rica cultura do Estado é muito gratificante. Para o professor, estar em um ambiente assim é muito incrível. Apesar de ter muita gente, está tudo muito bem organizado. Que venham outras edições, esse incentivo é muito importante para que a nossa juventude esteja sempre alinhada à nossa literatura”, conclui.

17/09/2023 13h06
Por Comunicação (Feira do Livro)